Artigo
Dia Internacional da Mulher
Apesar das conquistas, temos muito a avançar
Zilá Breitenbach* | PSDB - 17:44 - 06/03/2015
A luta das mulheres por mais igualdade começou há muito tempo, e não tem prazo para acabar. Quem acreditaria, se no início do século, contássemos a um cidadão que as mulheres teriam direito a trabalhar fora do lar; direito ao voto; direito ao divórcio; direito a poder optar ou não por adotar o sobrenome do marido; de ser eleita e ocupar cargos eletivos de representatividade. Sim, devemos nos orgulhar.
 
Alcançamos muitas conquistas, arduamente viemos derrubando tabus, marcando presença em lugares antes restritos somente aos homens. A mulher submissa está cada vez mais deixando de existir, dando lugar à mulher batalhadora, independente, ciente de seus direitos perante à sociedade. Muitas são as conquistas alcançadas, mas ainda temos muito pelo que lutar e avançar. O preconceito, a discriminação, a violência, ainda estão presentes. Não podemos silenciar.
 
E já mostramos que filhos, marido, uma casa para cuidar e os eternos preconceitos não são barreiras intransponíveis para atingirmos sucesso profissional e realização pessoal. Aos poucos, provamos que temos tanta capacidade quanto o homem, por meio da nossa persistência, competência, criatividade, ousadia e maneira de encarar obstáculos. Por este motivo é necessário enaltecer a trajetória de todas as mulheres, sejam elas empresárias, donas de casa, profissionais liberais, servidoras públicas, professoras, profissionais da saúde, da segurança, da educação; a mulher do campo que está lá na propriedade rural, fazendo a diferença.
 
Independente de classe social, da cor, da escolaridade, todas merecem respeito e os parabéns pelo papel que cada uma desempenha e que auxilia no desenvolvimento do nosso Rio Grande e do Brasil. Nesta data especial – Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, não queremos ser somente homenageadas com flores, discursos e sermos exaltadas pelo nosso gênero. Queremos que esta data simbólica reforce a nossa agenda pelo fim da discriminação que ainda existe. Por uma maior inserção no meio político, tendo VOZ e VEZ, e que façamos valer a Constituição Federal que diz: homens e mulheres são iguais!
 
*Deputada Estadual
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30


O conteúdo deste site é de responsabilidade exclusiva da assessoria de imprensa do gabinete do(a) Deputado(a)