Deputado(a) Sofia Cavedon
Dep. Sofia Cavedon
Educação
Boas Práticas da Escola Pública apresentadas em segunda edição de Webinário
Marta Resing - MTE 5045 | PT - 16:12 - 19/10/2020 - Foto: Reprodução / ALRS
O segundo Webinário de apresentação dos trabalhos selecionados para a 1ª Mostra das Boas Práticas da Escola Pública do Rio Grande do Sul, promovida pela Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, aconteceu nesta segunda-feira( 19), através de videoconferência e contou com a participação de cinco projetos.

A presidente da Comissão, deputada Sofia Cavedon (PT), informou que neste ano serão realizados mais dois webinários para apresentar parte dos 71 projetos selecionados. "Em função da necessidade do distanciamento social devido à pandemia da Covid-19, a Comissão de Educação organizou atividades virtuais, num conjunto de quatro encontros, que iniciaram na quinta-feira passada (15), e que possibilitará a representação do conjunto das práticas, contemplando as diferentes áreas abordadas", explicou.

A terceira edição será na segunda-feira (26), às 14h. 

Os trabalhos apresentados nesta segunda parte foram:

Oficinas Pedagógicas: Projeto de Reagrupamento do Tempo Integral
Professora Verani Berté da EEEM Santo Antônio, de Lajeado
As oficinas pedagógicas são instrumentos poderosos para o aperfeiçoamento didático em uma escola. Trata-se de uma situação de aprendizagem aberta e dinâmica, que possibilita a inovação, a troca de experiências e a construção de conhecimentos. Nesse momento, a instituição de ensino reserva um espaço para a aprendizagem coletiva. Nele, os educadores têm a oportunidade de interação com o grupo, o que torna a experiência ainda mais enriquecedora. Diferentemente de um modelo mais engessado e baseado na mera transmissão de informações, o estudo de um tema em oficinas pedagógicas permite a comparação entre experiências diversificadas, o que propicia uma abordagem reflexiva dos desafios enfrentados pelos docentes. Envolve os alunos do 1º ao 5º ano com oficina de: artes, culinária, jogos e brincadeiras, contação de Histórias, Fios e Tramas, inglês, música, emoções, artesanato; Jogos pedagógicos, Robótica, Cultura Gaúcha e Histórias Bíblicas.  

Salas Ambiente - Professoras: Lenize Baruffi Muller, Justina Ubessi e Simone Walbrink Fruhling - EEEB General Osório de Ibirubá 
A proposta de transformar os espaços das salas de aula comuns em salas ambiente foi um desafio superado com sucesso e que contou com a boa receptividade por parte dos alunos e dos pais. Ao longo desses dois anos e meio de implantação das salas ambientes, foram feitas inúmeras avaliações, com pais, alunos e corpo docente, buscando sempre melhorar o processo. A resposta dessas avaliações evidenciou o contentamento de toda a comunidade escolar com a proposta das salas ambiente. Os dados escolares revelam que houve melhor aproveitamento didático dos educandos, principalmente do ensino médio, composto por jovens que estão com a curiosidade aflorada na busca do novo. Essa clientela teve melhora na permanência na escola e diminuição nos casos de repetência e evasão escolar. O funcionamento da escola com salas ambiente acontece da seguinte maneira: quando toca o sinal avisando que é hora de outra disciplina, não é o professor que troca de sala, mas sim os alunos, o que tem rendido ótimos resultados na EEEB General Osório, do município de Ibirubá, pertencente à 9ª CRE. As salas ambiente são divididas por disciplinas e dispõem de recursos pedagógicos necessários à aprendizagem de cada matéria, de forma mais contextualizada. Nessa concepção, diferente dos padrões usuais, os educandos podem experimentar uma proposta com mais riqueza de possibilidades e atividades que vão estimular o seu senso crítico, sua autonomia, sua capacidade de investigação e a criatividade.

Pesquisa No Ensino Médio - Professoras: Claudia da Silva Passos e Míriam Regina Muller - EEEM João de Deus Nunes de Canguçu
O projeto teve por objetivo propor a pesquisa aos alunos do ensino médio de forma gradativa e sistemática na busca da construção de aprendizagem significativa para o aluno. Tem início no primeiro ano e avançando durante os anos seguintes. Inicialmente o trabalho seria de identificar e analisar as áreas de interesse dos estudantes para que a iniciação a pesquisa partisse dos interesses particulares de cada um e a seguir passasse para uma discussão em grupo. Caracteriza-se por uma proposta de trabalho que buscasse analisar problemas na tentativa de apontar soluções. Trabalhar em equipe, investigar, estimular na busca de respostas. Desta forma o professor assume o papel de mediador, que não pode aceitar uma cópia como pesquisa e o aluno conscientizado de que esta prática não acrescenta conhecimento algum. A pesquisa científica deve ser para os estudantes como parte da rotina que lhes permitirá questionar, refletir e buscar respostas ou análises, independente do problema analisado. Neste processo escrever e reescrever será constate.

A Influência da Iniciação Científica Causada na Vida Acadêmica e Profissional de Alunos Pesquisadores - Professor: André Luís Botton e alunos - EE Técnica Celeste Gobbato de Palmeira das Missões.
O projeto tem como objetivo levantar os resultados das principais pesquisas realizadas entre os anos de 2011 a 2019 na Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato e suas participações em eventos e a relevância que estas pesquisas trouxeram aos alunos pesquisadores, tanto em suas vidas profissionais quanto pessoais. Ele justifica-se por trazer a pesquisa científica de dentro de sala de aula para a carreira acadêmica e profissional dos envolvidos, integrando os conhecimentos, de maneira geral e específica, atuando na transformação social, desenvolvendo a interdisciplinaridade, a autonomia e o espírito crítico independentemente do local e da atividade em que atua.

- Al Podcast - Professor: Felipi Fraga, Diretor da escola e Coordenador do projeto - EE André Leão Puente de Canoas
Seu objetivo é trazer para a comunidade escolar uma mídia digital, de acesso fácil e flexível, que aborde de forma diversificada os mais variados assuntos, buscando, desta forma, ampliar as áreas de interesse de todas as partes presentes no ambiente escolar, sejam elas: alunos, professores, familiares e amigos. A Escola Estadual André Leão Puente por meio dos professores Felipi Vidal Fraga, Hidalgo Liscano, Nicássio Martins da Costa e Rodrigo Neto Dinnebier criaram o projeto ALPodcast. A iniciativa é mais uma ferramenta de educação, informação e entretenimento para que rompa as barreiras da sala de aula. Um Podcast é uma mídia de transmissão de informações que faz as vezes de um programa de rádio, porém, gravado e disponibilizado em plataformas digitais de amplo acesso como, por exemplo: Spotify, Google Podcasts, Anchor, YouTube e Facebook. Desta forma, trata-se “essencialmente, de reprodução de oralidade por um meio tecnológico, portanto, uma tecnologia de oralidade” (FREIRE, 2013, p. 68).
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30


O conteúdo deste site é de responsabilidade exclusiva da assessoria de imprensa do gabinete do(a) Deputado(a)