Você está no Portal do Deputado Maurício Dziedricki  »  Principal
Deputado(a) Maurício Dziedricki
Dep. Maurício Dziedricki
GRANDE EXPEDIENTE
Maurício Dziedricki faz homenagem aos 100 anos de independência da Polônia
Celso Luiz Bender - MTE 5771 - 16:39 - 22/11/2018 - Foto: Marcelo Bertani
Autoridades e integrantes de grupos de danças ao final da sessão
Autoridades e integrantes de grupos de danças ao final da sessão
O período do Grande Expediente da sessão plenária desta quinta-feira (22)  foi ocupado pelo deputado Maurício Dziedricki (PTB), que fez homenagem aos 100 anos de independência da Polônia. “Destaco minha felicidade, e honra, em poder ser o condutor desta grande homenagem, o reconhecimento do centenário da independência da Polônia, após um milênio de luta e subjugação de um povo que defende suas raízes, sua história e cultura, e jamais pereceu, na esperança de momentos melhores e comemorações como esta”, iniciou o parlamentar, lembrando sua descendência polonesa.
 
A oportunidade, acrescentou, possibilita que “eu rememore o muito que aprendi, ouvi e me emocionei com as histórias de meus antepassados – sobre aventureiros e desbravadores - que, um dia, saíram da sua pátria mãe para percorrer novas terras, onde a alegria, a paz e a prosperidade pudessem ser encontradas”, emendou.
 
Lamentou que, em vários momentos da história daquela nação, guerras e conflitos que assolaram a Europa não permitiram que as famílias ficassem unidas. “Que pudessem sorrir, que campos frutificassem, que valores fossem defendidos e, acima de tudo, vidas fossem respeitadas", mencionou. Atualmente, porém, destacou o orador, “vivem-se outros tempos, de oportunidade, de crescimento, de amor pela terra, de pessoas felizes e, principalmente, de respeito à vida”.
 
Destacou que esta era uma das suas últimas manifestações da tribuna no Plenário 20 de Setembro, da Assembleia gaúcha, uma vez que foi eleito deputado federal. “É uma oportunidade de mostrar ao Rio Grande “quem somos, o que defendemos, e o quanto contribuíram, os poloneses, na construção de um Estado e de um Brasil melhor. Com certeza, os campos produziram mais, pela mãos dos nossos antepassados”, enfatizou.
 
País em destaque
A Polônia, lembrou Maurício Dziedrick, é um país da Europa Central, com fronteiras comuns com a Alemanha, República Checa, Eslováquia, Ucrânia, Bielorússia e Lituâna. Com uma população de mais de 38 milhões de pessoas, a Polônia é o 34º país mais populoso do mundo, o 6º integrante mais populoso da União Europeia. É um Estado parlamentarista, dividido em 16 voivodias (subdivisões administrativas).
 
Reino fundado em 1025, citou, a Polônia, entre os anos de 1772 e 1795, teve seu território ocupado, e dividido, entre o Reino da Prússia, o Império Russo e a Áustria. “Ao final da Primeira Grande Guerra Mundial, em 1918, a Polônia recupera a sua independência, data que motiva esta justa homenagem”, reforçou. Apenas duas décadas depois, historiou o deputado do PTB, “o país e sua gente passaria por novo e acentuado sofrimento. Em setembro de 1939, forças nazistas atacaram e invadiram a Polônia, causando destruição e dor. Logo depois, foram os soviéticos que assaltaram o território. No total, mais de seis milhões morreram”, lamentou.
 
Comentou, igualmente, que, daqui a um ano, acontecem as comemorações da Revolução de 1989, quando o governo comunista polonês caiu. “A Polônia adotou uma nova Constituição, estabelecendo-se como um país democrata, renomeado como Terceira República Polonesa, uma nação, desde então, além de democrática, própria e justa”, considerou.
 
Dziedrick avaliou que as consequências são observadas na economia de alta renda da Polônia, considerada “uma das mais saudáveis dos países pós-comunistas e é uma das que mais crescem na Europa, com capacidade para se tornar o maior produtor de alimentos da União Europeia”. Conforme o parlamentar, estima-se que sejam mais de 4 milhões de polônicos no Brasil, com o ano de 1886 sendo considerado como marco inicial da imigração polonesa no RS. “
 
Nós, poloneses, somos mais de 700 mil descendentes, espalhados em vários municípios gaúchos. Aliás, o Rio Grande, em termos de produção, muito se assemelha à Polônia e, sem dúvida, há grande participação dos polônicos no crescimento e pujança deste Estado”, registrou.
 
Antes de finalizar, citou nomes de brasileiros de origem polonesa, como Teori Zavaski, Ricardo Lewandwski e Jaime Lerner, e poloneses ilustres, como Nicolau Copérnico, Chopin e o Papa Paulo II.
 
Autoridades presentes
Compuseram o espaço das autoridades, Malgorzata Gosiewska, deputada da Polônia; Marta Olkowska, representante da Embaixada da República da Polônia no Brasil; André Hamerski, presidente da Braspol/RS; Mariano Hossa, presidente da Sociedade Polônia de Porto Alegre; padre Zdzislaw Malczewski, responsável pela Igreja dos Poloneses de Porto Alegre (Igreja Nossa Senhora de Monte Claro), e Sérgio Sechinski, coordenador do Conselho da Igreja Polonesa de Porto Alegre.
 
Também presentes, Auresovia, grupo folclórico polonês de Áurea, e o Conjunto Folclórico Sociedade Polônia de Porto Alegre, que realizaram apresentações no plenário. Após, o deputado Maurício e convidados colocaram flores no busto do Papa João Paulo II, na área externa do Palácio Farroupilha, próximo ao Solar dos Câmara.
Versão de Impressão
BlogThis

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30


O conteúdo deste site é de responsabilidade exclusiva da assessoria de imprensa do gabinete do(a) Deputado(a)