Notícia
POSIÇÃO
Tucanos rebatem críticas da oposição e reiteram compromisso do governador em manter Banrisul público
Luís Gustavo Machado – MTE 15280 | PSDB - 11:04 - 11/09/2019 - Foto: Celso Bender

As afirmações de parlamentares de oposição ao governo Eduardo Leite, tentando confundir a opinião pública ao dizer que a venda de ações ordinárias do Banrisul significa privatizar o banco, geraram reações, nesta terça-feira (10), por parte dos deputados que integram a Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa. Os parlamentares reiteraram o compromisso do governador em manter o Banrisul público, tendo em vista que a venda de ações não retira o controle acionário da instituição financeira do governo do Estado.

O líder da bancada tucana, deputado Mateus Wesp, explicou que o objetivo do Executivo gaúcho ao lançar oferta de ações do Banco no mercado busca arrecadar mais de R$ 2,2 bilhões, dinheiro que seria para colocar em dia a folha de pagamento do funcionalismo estadual. “O governo Eduardo Leite está buscando alternativas para resolver um problema que afeta as finanças do Estado. A venda de ações não retira o controle público do banco”, enfatizou.

O vice-líder da bancada, deputado Pedro Pereira, usou espaço de liderança do partido na sessão plenária para reforçar o compromisso do governador com o Banrisul e rebater declarações do deputado estadual Zé Nunes (PT) sobre a venda de ações do banco. De acordo com Pereira, Leite não se comprometeu na campanha eleitoral em não vender ações ordinária do Banrisul. “Ou o deputado Zé Nunes está equivocado ou está mal intencionado. O governador disse que não iria privatizar o Banrisul e a Corsan, mas não falou nada sobre a venda de ações ordinárias”, disse.

Os deputados tucanos afirmaram ainda que, além de usar o recurso da venda de ações para pagar os servidores, o governo poderá investir um pouco em Educação, Segurança e outras áreas sensíveis à população. Os tucanos asseguraram que as privatizações encaminhadas até o momento pelo Executivo Estadual, referentes às empresas de energia, são necessárias para obter o equilíbrio estrutural das finanças públicas.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Grande Expediente

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30


O conteúdo deste site é de responsabilidade exclusiva da assessoria de imprensa do gabinete do(a) Deputado(a)