Você está no Portal do Deputado Edegar Pretto  »  Principal
Deputado(a) Edegar Pretto
Dep. Edegar Pretto
PACOTE DO LEITE
Mexer com os mais fracos é covardia, afirma bancada do PT
Eliane Silveira - MTE 7193 - 16:42 - 13/11/2019 - Foto: Guerreiro

O governador Eduardo Leite já elegeu o alvo para pagar as contas da sua incompetência: os professores estaduais. O andar de baixo na pirâmide salarial será o mais atingido pelo pacote. Ao promover o maior congelamento salarial da história o governo Leite ameaça o futuro da escola pública.

A avaliação é da Bancada do PT na Assembleia Legislativa do RS. Entre as diversas alterações propostas, o governo acaba com as gratificações de tempo de serviço, achata os níveis de promoção e praticamente transforma o piso do magistério em teto ao final da carreira. Hoje, a diferença entre o piso e o último nível da carreira é de 4,5 salários. Com o pacote, um professor no topo da carreira, com doutorado, vai receber somente 1,5 salário.

Por outro lado, o governo não apresenta nenhuma medida que afete os altos salários e os privilégios. "O pacote do governo usa o que tem de mais comum e covarde na política: atacar direito de quem ganha menos, sem mexer com os grandes", resume o líder da bancada, deputado Luiz Fernando Mainardi. Para ele, o governo transfere para a educação pública a conta da sua falta de iniciativa em promover o desenvolvimento do RS e em buscar ampliar as receitas do estado.

Para a bancada do PT, a sociedade deve reagir enquanto pode. Sem professores, não tem escola pública. Vai faltar cada vez mais professores em sala de aula, porque o pacote do governo acaba com a carreira do magistério e estabelece que, ao final de uma vida de trabalho, os professores vão se aposentar com 70% dos seus vencimentos. Além disso, 140 mil aposentados e aposentadas que não pagavam contribuição para o INSS começam, com as medidas de Leite, a pagar 14% para a previdência - pessoas com média salarial de R$ 3 mil.


© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Lançamento da Força-tarefa de Combate ao Feminicídio

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30


O conteúdo deste site é de responsabilidade exclusiva da assessoria de imprensa do gabinete do(a) Deputado(a)